quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Acabou!

Comecei a BxDxFx Distro em 2010. Eu tava tirando umas cópias da demo do Esbulho e do split de ensaio Esbulho, Buero e Indigestão e passando a R$1,00 que era mais ou menos o preço de custo, e aí me veio a idéia de começar a passar também as demos xerocada das bandas dos amigos, e logo comecei a entrar em contato com outras bandas que eu tinha demos xerocadas e perguntar se eu podia copiar e distribuir também. Acabei até montando algumas coletâneas, e aí já tinha uma penca de coisa no catalogo que eu tava vendendo nas gigs por aí. O nome, Bola de Fogo, era só pra tirar um sarro da crescente galerinha da Bola de Neve que estava indo nos eventos underground da cidade (Assis-SP) tentar arrebatar novas almas pra sua seita - e pelo o que eu soube, Jesus já perdeu todos eles pras drogas hahaha.

No começo de 2011 montei o blog e comecei a vender online também, e nisso vários amigos que também tavam distribuindo suas próprias demos, ou simplesmente curtiram a idéia, se envolveram, alguns por um período mais curto e outros mais longo, e também começaram a postar no blog divulgando eventos e fazendo resenhas. Eram eles o Luis Fernando (Presidente Prudente-SP, tocava na Over Joey), Mariones (Rio Claro-SP, do Garrafa Vazia e na época também tinha a distro Punk do Mato e blog Vozerio do Inferno), Lagarto (Curitiba-PR, o cara mais punk que eu já conheci, assassinado por nazistas em 17 de Março de 2013), Jorge (Goiania-GO, tocou no El Touche 77 e Jako Surrado e tinha a distro Garage Band Underground - GxBxU), Xi Drinx (Barreiras-BA, tocou no Projétil Paralelo, Radicaos, Xi Drinks & As Aberrações, tinha o blog Terra Sem Lei e a Mainá Distro), Johnny (Belém-PA, tocava no Esmegma e não sei se tinha uma distro/selo mas lançava umas coletas chamadas De Coca à Cola), Caverna (São José dos Campos-SP, do Orgasmo de Porco - OxDxPx) e o Juninho (Agudos-SP, do Artigo Dz9? e Subverta! Distro). O Sérgio Figueiredo (Manaus-MA, do Fly Kintal Zine) também tinha demonstrado interesse em produzir/distribuir as demos mas não sei se ele chegou a fazer, mas consta ele lá no blog e vou constar aqui também pelo apoio que deu.

No final as atualizações do blog foram ficando meio minguadas (que coisa feia, a última postagem lá é de 2014). Eu já tava distribuindo bem mais coisas do que tinha lá e divulgava mais pelo Facebook, porque comecei pegar materiais de outras distros e trocar muita coisa e ter um catalogo bem grande, até com LPs, mas aí já não era só R$1,00 hahaha - e com o passar do tempo produzir as demos a R$1,00 também ficou bem complicado, e acho que no final foram mais eu e o Lagarto que mantivemos isso aí. Pelo tanto de pacotes de CDs virgens que eu comprei eu sei que só eu distribui mais de 1000 demos, foram talvez umas 1200, entre os 65 títulos que tiveram na Distro no final - e eu também tinha feito mil ou 2mil adesivos que foram pra todo canto do país, já encontrei nos lugares mais diversos com gente que eu nunca vi.

Acho que foi no final de 2015 que eu fui pra São Paulo com uma caixa com todos os LPs e EPs que me restavam e vendi por lá, sem planos de pegar mais pra Distro, mas eu ainda tinha uma penca de CDs que eu tava vendendo pela internet e nos shows, e pelo final de 2016 eu anunciei o resto pra trocas (só os CDs profissionais mesmo, as demos xerocadas foram de presente), e na prática a Distro tinha acabado ali (todo o resto do pessoal já havia seguido seus próprios projetos).
Há alguns meses atrás trombei o Juninho num show do Artigo Dz9? em Mogi Mirim-SP e entreguei pra ele muita coisa que havia me sobrado, na maioria capas de gráfica e alguns CDs se me lembro bem, e agora acabei de fechar um pacote pra ele com TUDO mesmo que me sobrou relacionado a distro, incluindo os arquivos das capas e músicas que fizeram parte dessa brincadeira e uma caralhada de capinhas plásticas e capas xerocadas que eu nem tinha recortado ainda - Juninho continua bem ativo com a Subverta! e sei que vai fazer bom uso.

Então acabou mesmo, da BxDxFx só me sobraram as cópias que eu tirei pra mim, as inúmeras amizades pelo país inteiro, um monte de boas recordações e saber que deu pra espalhar bastante barulheira pra muita gente (sem falar as vendas a R$1,00, tinha todas as mp3 pra baixar de graça no blog).
Obrigado a todos que deram força a esse projeto!

Pira
22/02/2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário